NAU SEM RUMO

Quem tem pele tem medo

129_132-alt-Chico-13-2-2014

A quem interessa a ação de vândalos que destroem o que encontram pela frente e até matam de propósito ou sem querer?

Interessa a partidos de extrema esquerda. Eles querem chegar ao poder a qualquer preço.

Sem bandeiras capazes de atrair votos no curto prazo, apelam para a violência. E alguns dos seus integrantes chegam ao ponto de financiá-la.

A ação dos vândalos naturalmente interessa também a eles próprios. São pessoas despolitizadas. Muitos recebem dinheiro para fazer o que fazem.

Quanto à direita…

A direita nada teria a ganhar com a baderna. Pelo simples fato de que ela governa junto com o PT.

Nada mais parecido com um conservador do que um liberal.

Fernando Collor e Luiz Inácio Lula da Silva têm interesses comuns.

Quem chega ao poder quer conservá-lo. Se puder, não sairá dali jamais.

Por fim, a violência não interessa ao governo. Porque o ameaça e desgasta. Ele é obrigado a usar a força para tentar contê-la.

A violência que ameaça o governo, todavia, poderá ajudá-lo. Pois quem tem pele tem medo. Por que participar de passeatas me arriscando a ser agredido?

Prefiro ficar em casa acompanhando tudo pela televisão. Serei um a menos nas passeatas.

O governo agradece.

Em tempo: cerca de 20 mil militantes do Movimento dos Sem Terra marcharam, ontem, pela Esplanada dos Ministérios. Acusaram o governo de não levar adiante a reforma agrária.

Por cautela, o Supremo Tribunal Federal suspendeu sua sessão. Na Praça dos Três Poderes, sem-terra derrubaram grades e ameaçaram invadir o Palácio do Planalto.

O Movimento é aliado do PT. Órfão de Lula.

O espetáculo de intolerância serviu para demonstrar que o uso da violência não é exclusividade dos que combatem o governo.*

(*) Blog do Noblat.

Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone