VAI QUE É TUA, TOFFOLI

 

Soltura de Paulo Bernardo causa estranheza

PToffoli

“Me parece estranho, de pronto, que uma decisão de juiz de primeiro grau seja apreciada diretamente pelo Supremo. Não há que se falar em competência originária do STF no caso.”

Do jurista Carlos Mario Velloso, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, citado em reportagem de André Guilherme Vieira, no jornal “Valor Econômico“, sobre a decisão do ministro Dias Toffoli, de anular os efeitos da prisão preventiva do ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo.

Segundo a reportagem, a decisão de Toffoli não teve consenso nem mesmo entre seus pares na Corte.*

(*) FREDERICO VASCONCELOS – FOLHA DE SÃO PAULO

Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone