E O MALA PRETA, TEMER?

Silêncio seletivo

Temer não cita nem explica a mala de dinheiro recebida do Rodrigo Rocha Loures, homem de sua “estrita confiança”.


Em seus discursos destinados a “esclarecer a população”, o presidente Michel Temer não esclarece um ponto essencial. Aliás, nem toca nele: o vídeo mostrando Rodrigo Rocha Loures recebendo uma mala cheia de dinheiro ato contínuo Temer ter dito a Joesley Batista que o deputado era homem de sua “estrita confiança”, apto a dar prosseguimento a quaisquer negociações. Passou da hora de o presidente negar de forma explícita relação de causa e efeito entre a conversa com Joesley no Palácio do Jaburu e  entrega da mala com R$500 mil entregue por emissários da JBS ao homem de sua “estrita confiança”.

O dinheiro, existente e devolvido, era para Rocha Loures ou tinha outro destino? A uma vítima de armação, conforme alega Temer, cumpriria esclarecer. Ao não fazê-lo, abre margem à interpretação de que por algum motivo não quer ou não pode incriminar o deputado para se safar.*

(*) Dora Kramer – veja.com

Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone