LULA, O DONO DE UMA SEITA CRIMINOSA

O Teste do Viaduto dirá quem está bem no retrato: Lula ou Moro?

Se o juiz que prende e o réu que foge aparecerem de surpresa no centro de São Paulo, quem vencerá a prova de popularidade?

De costas para o Brasil real, um certo Instituto Ipsos acaba de divulgar uma pesquisa que manda às favas os fatos. Segundo as curvas desenhadas por sumidades da estatística, o índice que mede a desaprovação de Lula vem caindo enquanto segue subindo o que avalia o descontentamento com Moro. A colisão frontal entre a realidade e a selva de porcentagens me anima a sugerir, mais uma vez, a aplicação do Teste do Viaduto.

A fórmula é simples, barata e infalível. Num dia útil, sem aviso prévio, esquemas de segurança ou tropas de assessores, Lula e Moro apareceriam numa das extremidades do Viaduto do Chá, no coração de São Paulo. Nos minutos seguintes, misturados à multidão, o juiz que defende a lei e o réu viciado em espancá-la caminhariam em direção à outra ponta do cartão postal mais movimentado da maior metrópole brasileira. Como reagiria o mundaréu de gente inteiramente à vontade para aplaudir ou vaiar os concorrentes.

Lula já estará no lucro se não for socorrido por enfermeiros já no início da travessia e instalado numa UTI móvel encomendada pelos pesquisadores do IPSOS.*

(*) Blog do Augusto Nunes