CALHORDA E IRRESPONSÁVEL

O prêmio Cara de Pau da semana vai para …

Agora que meia dúzia de aliados políticos do presidente Michel Temer parou atrás das grades metidos com corrupção, a “tradição humanitária” se despertou no presidente que se empenhou em conceder indulto (perdão da pena) a criminosos, suspenso prontamente pela presidente do Supremo.

Mas ele não desistiu. O governo estuda publicar um novo texto para conceder o indulto. E o pior é que Temer, por meio do ministério da Justiça,  se justificou apelando para a “tradição humanitária”.

O fato é que a medida do presidente poderia beneficiar dezenas de criminosos do colarinho branco. Eduardo Cunha poderia sair em 2019, se não receber novas condenações. Além de beneficiar também ao ex-operador do PMDB e ex-deputado João Argôlo, entre outros.

Temer, o humanista, termina o ano como o cara de pau da semana.