PRA LÁ DE BAGDÁ

Caso médico de Temer se complica e ele é diagnosticado com infecção urinária

Nesta semana, Temer desistiu de passar o fim do ano na base naval da Restinga de Marambaia, no litoral do Rio de Janeiro, por falta de estrutura médica no local.

HISTÓRICO – Temer foi submetido em 13 de dezembro a um procedimento de desobstrução da uretra no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele recebeu alta no dia 15, mas com uso da sonda. Foi o terceiro procedimento no Hospital Sírio Libanês no espaço de apenas 45 dias, por antes já tinha sido submetido a uma raspagem da próstata e a um cateterismo, para desobstrução de artérias e colocação de stents.*

(*) Deu no G1/TV Globo