NÃO SOBRA UM

Tesoureiro do PT: profissão de risco

 

Com a condenação de Paulo Ferreira pelo juiz Sérgio Moro a 9 anos e 10 meses de prisão nesta segunda-feira está confirmado: poucas profissões são tão arriscadas quanto a de tesoureiro do PT.

Ferreira se junta à fila de Delúbio Soares e João Vaccari Neto. Resta saber se terá a mesma resiliência dos seus colegas: símbolo do mensalão, Delúbio nunca ameaçou fazer delação. Um dos presos mais longevos da Lava Jato, desde abril de 2015, Vaccari foi outro que se manteve estoico. *

(*) V.M. – Estadão