NOVAS FANTASIAS

Bolsonaro e Haddad, paz e amor

Ao mesmo tempo, e até quando lhes sirvam, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) resolveram vestir a fantasia do paz e amor.

Bolsonaro passou a chorar em vídeos destinados a quebrar a resistência das mulheres à sua candidatura.

Haddad, a acenar com a compreensão ao PSDB, a Ciro Gomes (PDT) cada vez mais fora de si, e à Marina Silva (REDE).

Por trás de Haddad, Lula. Por trás de Bolsonaro, estrategistas civis e militares.

Uma vez no segundo turno, o pau comerá feio entre os dois.*

(*) Blog do Ricardo Noblat