O POLÍTICO “ÉTICO” DO LULA

Sérgio Cabral acumula mais de 170 anos de prisão

Sérgio Cabral foi condenado hoje a mais 47 anos e quatro meses de prisão pelo juiz Marcelo Bretas, registra O Globo.

Desta vez, a condenação foi por crimes de corrupção, formação de quadrilha e pertinência a organização criminosa em obras realizadas com recursos federais.

Outras sete pessoas foram condenadas no mesmo processo, entre elas dois ex-secretários de Cabral em sua gestão no Rio: o de Governo, Wilson Carlos (21 anos e 8 meses de reclusão), e o de Obras, Hudson Braga (10 anos).

Foi a maior pena de Cabral na Lava Jato –até ontem, a mais alta era a da Operação Calicute, em que o ex-governador foi condenado a 45 anos e dois meses de prisão. Somadas, as penas chegam a 170 anos e 4 meses.*

(*) O Antagonista