FILME ANTIGO

Tesoureiro do PSL lida com disputa por verba

Resultado de imagem para TESOUREIRO DE PARTIDO POLITICO - CHARGES

O PSL que emergiu das urnas vai administrar cerca de R$ 740 milhões de fundos públicos nos próximos quatro anos. Por isso, profissionalizou sua tesouraria. Sob as ordens do deputado federal Luciano Bivar (PE), José Tupinambá Coelho, ex-diretor da seguradora Excelsior, que tem o presidente do partido como acionista, será o dono do dinheiro, informa O Globo. “A administração de uma grande quantidade de recursos é uma desafio para um partido que não tem estrutura. A forma como esse dinheiro será distribuído pode gerar disputas internas de poder”, diz o economista Bruno Carazza, autor do livro Dinheiro, eleições e poder.

E já gera. O deputado federal Julian Lemos, presidente do PSL na Paraíba, já afirmou que o Nordeste precisa da sua parte para levantar o nome do partido na região.*

(*)  Estadão