BRIGA NO COVIL

Sepúlveda Pertence se afasta da defesa de Lula


Segundo a Folha de S. Paulo, ele tomou a decisão depois de ser desmentido por Eugênio Aragão, que rejeitou sua estratégia de pedir a prisão domiciliar para o criminoso.

Eugênio Aragão disse:

“O que tem que fazer com Lula é assumir isso na integridade. Lula não tinha nada que estar preso. Ele está preso por capricho”.

A reportagem diz que Sepúlveda Pertence só cogita retomar o caso depois de conversar com o presidiário.*

(*) O Antagonista