PARANÓICO E SEM FREIOS

Bolsonaro acelera sem o contrapeso jurídico

Cresce no meio jurídico o entendimento de que Jair Bolsonaro está ultrapassando vários limites do cargo e do bom senso porque os freios e contrapesos não funcionam bem. Explica um importante procurador: só quem tem confrontado o Executivo hoje é o Legislativo, principalmente na figura de Rodrigo Maia, o presidente da Câmara; Dias Toffoli, o presidente do STF, tem se mostrado sensível aos interesses do Planalto, assim como alguns de seus pares. No MP, Raquel Dodge adota uma “amigável cautela” sonhando em permanecer como PGR.

Sozinho. Até agora, o único ministro do STF a pegar bem pesado com Jair Bolsonaro foi Marco Aurélio Mello. A Corte, porém, será provocada pela OAB no caso das afirmações do presidente sobre a morte de Fernando Santa Cruz.*

(*) Coluna do Estadão