VAI ACOMPANHANDO…

Equipe de Guedes critica decisão de Mandetta

random image

Auxiliares do ministro Paulo Guedes (Economia) criticaram nos bastidores a decisão do Ministério da Saúde de só permitir o uso de cloroquina e hidroxicloroquina em casos graves de pacientes infectados pelo novo coronavírus, relata Igor Gadelha na Crusoé.

A medida foi considerada “inaceitável” por integrantes do comitê de crise do Ministério da Economia, montado para tentar evitar demissões.

Os secretários de Guedes acham que a decisão ajudará a alongar ainda mais o período de fechamento de comércio e atividades produtivas.

————————–

Segurança de Bolsonaro com Covid-19 será transferido para UTI

Ari Celso Rocha de Lima Barros, policial militar que integra a equipe de segurança de Jair Bolsonaro, será transferido nesta quinta-feira (26) para uma UTI.

Diagnosticado com Covid-19 da última semana, o estado de saúde do capitão da PM piorou.

Ele foi internado ontem à noite no Hospital de Base e será transferido para o Hospital Regional da Asa Norte (Hran), referência em Brasília para o tratamento da doença, para iniciar o trabalho de terapia intensiva.

—————————

Alexandre de Moraes suspende MP que restringiu a Lei de Acesso à Informação

Alexandre de Moraes concedeu uma liminar suspendendo trecho da medida provisória que interrompeu os prazos de resposta a pedidos de informação feitos via Lei de Acesso à Informação (LAI) em função do coronavírus.

Segundo o ministro, a MP editada pelo governo Bolsonaro quis transformar a exceção, que é o sigilo de informações, em regra, afastando a plena incidência dos princípios constitucionais da publicidade e da transparência.*

(*) O Antagonista