O MALUCO CONTINUA DESAFIANDO A CIÊNCIA

Bolsonaro: Vírus é igual chuva; você vai se molhar, mas não morrer afogado

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a minimizar a covid-19, comparando o novo coronavírus a uma chuva que molha, mas não mata ninguém afogado. A declaração foi feita hoje em entrevista ao “Brasil Urgente”, da TV Bandeirantes.

“O vírus é igual a uma chuva. Ela vem e você vai se molhar, mas não vai morrer afogado”, argumentou. “Tem essas pessoas mais fracas. Às vezes a pessoa vive pobre, fraca por natureza, dada a falta de uma alimentação mais adequada. Então essas pessoas são quem sofre mais.”

Bolsonaro ainda revelou ter se reunido com um grupo de pesquisadores que estuda a atuação da hidroxicloroquina no tratamento da covid-19. “A cloroquina é uma realidade, é quase palpável. Falta uma comprovação científica, uma base maior. Parece que está tendo resultados que podem nos levar a uma certeza”, disse, sem dar maiores detalhes.

Cloroquina não é unanimidade Apesar do que diz o presidente, o medicamento vem gerando dúvidas entre especialistas. Ainda não existe nenhuma evidência científica concreta de que a hidroxicloroquina seja eficaz no tratamento.

O próprio ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ainda é cauteloso quanto ao remédio. Ontem, na apresentação do balanço de casos e mortes por coronavírus, Mandetta reforçou que não há evidências de que ela “pode ser usada [como] profilático [para prevenção de doenças], muito menos em pessoas que não estão em estado grave.” *

(*) UOL-SP