A ERA DA BOLSOLIDADE

Comissão de Ética pede explicações para Weintraub

Charge do Amarildo | VEJA

Em silêncio desde a semana passada, Abraham Weintraub foi intimado pela Comissão de Ética da Presidência da República para explicar a fala da reunião ministerial do dia 22 de abril. Na ocasião, que se tornou pública após a divulgação da gravação do encontro, o ministro da Educação fala em “prender vagabundos, começando pelo STF”.

De acordo com informações do G1, Weintraub tem 15 dias para esclarecer as dúvidas da comissão sobre a fala. Somente com o depoimento do ministro em mãos é que se decidirá sobre a abertura ou não de um procedimento contra Weintraub. Na última sexta-feira, o atual titular do MEC prestou depoimento para a Polícia Federal sobre o caso e ficou em silêncio.