O GRANDE MENTOR

Como era a relação de Flávio com seu advogado Fred Wassef
No início do governo Bolsonaro, como o próprio advogado gostava de contar, o filho do presidente passou a ser guiado por ele no meio jurídico

 

(Arte: Antonio Lucena – Veja)

Em janeiro de 2019, Flávio Bolsonaro percorreu escritórios de advogados estrelados no Distrito Federal e em São Paulo acompanhado de Frederick Wassef.

Os dois queriam conselhos de juristas renomados para abrir canal no STF e travar o caso das rachadinhas, o que chegou, de fato, a ocorrer temporariamente naquele início de ano.

Para ser recebido, Wassef usou o nome de Cristina Boner, sua ex-mulher. Um dos advogados a receber a dupla ainda lembra a postura acuada de Flávio diante de Wassef: “Parecia um adolescente incapaz”.

O próprio Wassef gostava de descrever essas incursões como forma de mostrar que sua estratégia jurídica havia sido testada em conversas com os melhores criminalistas, e representava o que de melhor existiria no direito para proteger o filho do presidente. Deu no que deu.*

(*) Robson Bonin – coluna Radar – veja.com