SAUDADES DO BOECHAT…

Pastor amigo de Bolsonaro justifica ida para rede social concorrente do Twitter: ‘experimenta falar de gay’

Silas Malafaia vai acompanhar o clã Bolsonaro e abrir um perfil no Parler, a nova rede social preferida dos direitistas, concorrente do Twitter.

Reza a lenda que no espaço nada é censurado. Amigo pessoal de Jair Bolsonaro, Malafaia não vai abandonar seus 1,4 milhão de seguidores do Twitter, mas justifica por que apostará num outra plataforma.

— Vai no Twitter e experimenta falar alguma coisa de gay: censurado. Fala de vírus chinês, é censurado. Agora, xinga pastor, xinga político à vontade que não acontece nada. Peraí!*

(*) Gabriel Mascarenhas – O Globo