VIVEM EM OUTRO PLANETA

Governo já gastou R$ 11 milhões com estudo de vermífugo usado por ministro com Covid

Ministro Marcos Pontes anunciou estar com coronavírus e tomando remédio

Tudo ou nada – O Ministério da Ciência e Tecnologia repassou R$ 11 milhões para a realização dos dois estudos clínicos do projeto que testa a nitazoxanida, um vermífugo com nome comercial de Annita, no tratamento da Covid-19. A experimentação foi anunciada pelo ministro Marcos Pontes, em abril, como o teste de um ‘remédio secreto’.

Despacito – Coordenadora do projeto, Patrícia Rocco, chefe do Laboratório de Investigação Pulmonar da UFRJ, diz que é preciso aguardar o fim dos testes para elaborar as conclusões do estudo.

Ciência –  “Infelizmente ou felizmente, não sei nada. O que acho importante, a gente não tem nenhum tipo de entendimento ou torcida. Meu trabalho é coordenar o estudo para que tenha rigidez e boas práticas”, afirma. Mesmo sem evidências científicas até agora, Pontes, contaminado, diz estar tomando o medicamento.

São 19 hospitais envolvidos nos estudos iniciais, que fazem um acompanhamento dos voluntários durante 14 dias.

Carretas foram transformadas em consultórios nas cidades paulistas de Bauru, São Caetano do Sul, Barueri, Sorocaba, Guarulhos, além de Brasília (DF) e Juiz de Fora (MG).

(*) Coluna Painel, com Mariana Carneiro, Guilherme Seto e Nathalia Garcia – Folha SP