CADÁVER INSEPULTO

Julgamento do afastamento de Witzel deve durar 120 dias

 

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Cláudio de Mello Tavares, afirmou na segunda, 28, que o julgamento do processo de impeachment do governador afastado do Rio, Wilson Witzel (PSC), deve durar 120 dias. Ontem, os cinco desembargadores do TJ-RJ que integrarão o tribunal misto, formado pela corte e pela Alerj, foram sorteados. Hoje, haverá votação no parlamento estadual dos cinco deputados que vão julgar o ex-magistrado.

“A partir do momento que o relator for escolhido (hoje), começa a valer os 120 dias. O nosso objetivo é dar uma resposta rápida para a sociedade. Daremos total publicidade por ser um processo histórico. Evidentemente, com toda a liberdade para a imprensa fazer o seu trabalho, o que é fundamental para o estado democrático de direito”, disse ele ao O Globo. A partir deste terça, 29, a defesa de Witzel terá 15 dias para se manifestar.

“É necessário sete votos para ser declarado o impeachment pela improbidade administrativa. Se der empate, cinco a cinco, darei o voto de minerva, mas será simbólico. Neste caso, ele voltaria ao cargo de governador”, acrescentou.*

(*) Equipe BR Político – Estadão