MAIS UMA, MAIS OUTRA = MENOS UMA

Lula é denunciado mais uma vez na Lava Jato, junto a Palocci e Paulo Okamotto

Lava Jato provoca atraso de salários e demissões - José Pedriali - Bem Paraná

O ex-presidente Lula foi denunciado mais uma vez pela força-tarefa da Lava Jato nesta segunda-feira, 14. Desta vez o petista é acusado em um suposto esquema de lavagem de cerca de R$ 4 milhões em propinas da Odebrecht repassadas a título de doações oficiais ao Instituto Lula, entre dezembro de 2013 e março de 2014. A denúncia também atingiu o ex-ministro da Fazenda, Antônio Palocci, e o presidente do instituto, Paulo Okamotto.

De acordo com os procuradores, Marcelo Odebrecht teria autorizado o pagamento de R$ 4 milhões a Lula que seriam quitados de uma subconta associada ao petista, listada em planilha do Setor de Operações Estruturadas da empreiteira.

A defesa de Lula afirmou que a denúncia é uma “invenção” da força-tarefa em nota. “Tais doações, que a Lava Jato afirma que foram ‘dissimuladas’, estão devidamente documentadas por meio recibos emitidos pelo Instituto Lula – que não se confunde com a pessoa do ex-presidente – e foram devidamente contabilizadas”, afirmou o advogado do ex-presidente Cristiano Zanin Martins.*

(*) Equipe BR Político – Estadão