SITUAÇÃO ESCATOLÓGICA

Bolsonaro lava as mãos sobre vice-líder pego com dinheiro na cueca

Jair Bolsonaro lavou as mãos sobre a situação de Chico Rodrigues (DEM-RR), que ocupava o posto de vice-líder do governo no Senado e que foi pego com dinheiro escondido na cueca durante uma operação da Polícia Federal. Em sua transmissão nas redes sociais, o presidente disse que “não tem nada a ver” com Rodrigues e que “estão tentando” vincular o senador com seu governo.

“Alguns querem dizer que o caso de Roraima tem a ver com o governo porque ele é o meu vice-líder”, reclamou Bolsonaro ao lado do ministro da Justiça, André Mendonça, e do controlador-geral da União, Wagner do Rosário . Eu tenho, no total, 18 vice-líderes no Congresso. Querer vincular o fato de ele ser vice-líder à corrupção do governo, não tem nada a ver.”*

(*) Equipe BR Político – Estadão