O PAÍS DA PIADA PRONTA

A GOIABICE DA SEMANA

Ruy Goyaba – Crusoé

Certa vez eu discutia com um amigo sobre a pronúncia correta de Roraima — é Roráima ou Rorãima? — e ele encerrou o debate com um comentário do tipo “chama de Rondônia e pronto: ninguém sabe a diferença mesmo”. Bom, era uma piada, e esse meu amigo não ocupa nenhum cargo no Ministério da Saúde. Ainda assim, a pasta comandada pelo JÊNIO da logística que é Eduardo Pazuello conseguiu confundir o Amazonas com o Amapá e trocar o número de doses de vacina contra a Covid-19 que foram enviadas a cada estado. Os amazonenses esperavam 78 mil doses, mas receberam as 2 mil que cabiam aos amapaenses.

Quase escrevi aqui que, não contente com ter um Sargento Pincel na Saúde, Jair Bolsonaro ainda vai colocar um Pincel 2 no comando da Petrobras. Mas é injusto com o personagem dos Trapalhões, que deve pelo menos ter alguma noção das diferenças entre Amapá e Amazonas e entre tomada e focinho de porco.

Caio de Biasi/Especial para o MS
O general Pazuello, condutor da carroça da vacinação contra a Covid no Brasil
Caio de Biasi/Especial para o MS