ABAIXO A CENSURA

Diogo Mainardi pede demissão da TV Cultura após xingar advogado em programa

O jornalista Diogo Mainardi anunciou hoje seu pedido de demissão da TV Cultura, seis dias após xingar o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, no “Manhattan Connection”. Ele explicou a decisão em texto no site “O Antagonista”:

“Desde a quarta-feira da semana passada, quando xinguei o lulista Kakay, a TV Cultura estava pressionando os produtores do Manhattan Connection, a fim de que tomassem alguma medida contra mim. Para preservar o programa, resolvi pedir demissão, que foi aceita de bom grado pela diretoria da emissora”, escreveu.

Na semana passada, ele mandou o advogado, que era convidado do programa, “tomar no c…”. O palavrão foi coberto com um “bipe” na transmissão, mas foi possível entender.

No texto anunciando sua demissão, Mainardi agradeceu os colegas de programa e repetiu o xingamento: “Fiz grandes amigos nesses 17 anos. Obrigado, Lucas [Mendes], Caio [Blinder], Pedro [Andrade] e Angélica [Vieira]. E vai tomar no c…, Kakay”.

Em nota enviada semana passada à coluna de Mauricio Stycer no UOL, a TV Cultura, mantido pelo estado de São Paulo, afirmou: “A TV Cultura não censura seus programas, apresentadores e entrevistados. Neste caso do ‘Manhattan Connection’, o jornalismo optou por cobrir o palavrão com sinal eletrônico.”

A Cultura também informou, na ocasião, que não concordava com o ocorrido e que já havia tomado providências junto à empresa produtora do “Manhattan Connection”. (uol)