PINÓQUIO JURAMENTADO

Queiroga diz que “único inimigo” do Brasil é o vírus e agradece chefe da OMS por Covax

Palhaço | Humor Político – Rir pra não chorar

Marcelo Queiroga agradeceu neste domingo (2) ao diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, pela condução da OMS do consórcio Covax.

O minstro da Saúde está no aeroporto de Guarulhos para receber um lote de vacinas da AstraZeneca/Oxford obtidas por meio do consórcio, criado para fornecer vacinas a 10% a 20% da população dos países em desenvolvimento.

Queiroga voltou a dizer que o “único inimigo” do Brasil é novo coronavírus.*

(**) CNN

 

A PROPÓSITO

Bolsonaro diz que Brasil pode sair da OMS

O presidente Jair Bolsonaro fez críticas ao trabalho da Organização Mundial da Saúde (OMS) na pandemia e disse que o governo pode deixar a organização que, de acordo com ele, atua “com viés ideológico”. No fim de maio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou a saída do país da OMS, congelando repasses que o governo norte-americano faria à entidade.

“E adianto aqui, os Estados Unidos saíram da OMS, e a gente estuda, no futuro, ou a OMS trabalha sem viés ideológico, ou vamos estar fora também. Não precisamos de ninguém de lá de fora para dar palpite na saúde aqui dentro”, disse Bolsonaro a jornalistas na portaria do Palácio da Alvorada, na noite daquela sexta-feira (5).*

(**) Publicado em 05/06/2020 – 20:58 Por Pedro Rafael Vilela – Repórter da Agência Brasil – Brasília