OUTRO ‘GENERAL CLOROQUINISTA’ EM CANA

STF nega por unanimidade habeas corpus a Roberto Jefferson

Presidente do PTB está detido desde agosto; Jefferson voltou a atacar Alexandre de Moraes, que ordenou sua prisão

 

Roberto Jefferson

Reprodução/Redes sociais

O plenário do STF negou, por unanimidade, um pedido de habeas corpus do ex-deputado Roberto Jefferson. O julgamento virtual terminou na última sexta-feira (22/10) e foi publicado nesta segunda-feira (25/10). O presidente do PTB está preso desde 13 de agosto, suspeito de integrar uma organização criminosa digital para atacar a democracia.Responsável pela ordem de prisão de Jefferson, o ministro Alexandre de Moraes declarou-se impedido e não participou do julgamento. Todos os outros ministros votaram por rejeitar o pedido da defesa, a começar pelo relator, o ministro Edson Fachin.

Mais cedo, a coluna mostrou que Jefferson voltou a atacar Moraes. Citando a mulher do ministro, a advogada Viviane de Moraes, o ex-deputado pregou novamente uma “maldição sobre os perversos” contra o ministro, referindo-se a um trecho da Bíblia. Desde o último sábado (23/10), Jefferson está internado no hospital da prisão Bangu 8, no Rio de Janeiro.*

(**) Eduardo Barretto – Metrópoles